A DEPUTADA RENATA BUENO PROPÕE ENCONTRO HISTÓRICO DO PRESIDENTE DO BRASIL COM A COLETIVIDADE ITALIANA

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O mês de julho foi um momento de troca política muito significativa entre Itália e Brasil. Na qualidade de deputada ítalo-brasileira, sempre muito atenta também às questões políticas brasileiras, Renata Bueno fez com que a coletividade italiana no Brasil aproveitasse o máximo este encontro. 

“Sinto-me muito feliz e satisfeita por ter conseguido que o atual Presidente do Brasil, Michel Temer, recebesse não somente o grupo parlamentar, mas também os representantes da coletividade italiana no País. Quase todos os presidentes dos Comites e os conselheiros do CGIE italianos foram para Brasília para debater com o Presidente os principais temas de interesse da comunidade ítalo-brasileira no País, o que foi extraordinário e de suma importância para a nossa coletividade. Trata-se de um encontro histórico, sendo a primeira vez na história do País que um Presidente recebe exponentes da coletividade italiana. O momento político de mudança também é muito significativo: se agora o Presidente Temer quiser abrir as portas do Brasil, sem dúvida, mudará sua história, que é ainda a de um país muito fechado” – declarou satisfeita a primeira deputada brasileira eleita no Parlamento italiano. 

A missão parlamentar da delegação italiana, guiada pela vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marina Sereni, começou no dia 4 de julho. Depois do primeiro dia de encontros com os representantes da coletividade italiana em São Paulo (dos membros Com.it.es. aos conselheiros CGIE, patronatos, entes gestores, escolas, com a participação da Vice Cônsul e do Diretor do Instituto Italiano de Cultura), se deu início à Quinta Reunião da Comissão Parlamentar de Colaboração Itália-Brasil, cuja componente brasileira foi liderada pelo dep. Carlos Zarattini. A série de encontros contou com a presença do Presidente encarregado da Câmara dos Deputados do Brasil, dep. Waldir Maranhão, do Presidente da Comissão Negócios Exteriores e Defensa Nacional da Câmara, dep. Pedro Vilela e do Embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini, que assumiu recentemente a direção da Embaixada. 

Diversos foram os temas tratados de interesse comum às duas nações, buscando expandir e intensificar a troca de experiências entre os dois Parlamentos. O desenvolvimento das relações econômicas bilaterais foi tratado à luz do Memorando de Entendimento subscrito pelos ministros das Relações Exteriores no Brasil, com especial atenção para os setores da infraestrutura, do papel das PME e cooperativas, da cooperação nos setores da defesa e aeroespacial e, por fim, desenvolvimento do turismo. No que se refere às relações culturais, cujo orador da parte italiana foi a própria deputada Renata Bueno, foi dado enfoque à adopção de medidas que possam contribuir à divulgação das respectivas culturas e a difusão das duas línguas. A qualidade da despesa pública e avaliação do impacto da despesa destinada ao bem estar social no desenvolvimento econômico foi o tema central no âmbito das relações sociais entre os dois países, enquanto a questão da aplicação do acordo COP21 e as perspectivas de cooperação protagonizou o debate sobre o meio ambiente.  

Durante os trabalhos, a deputada evidenciou os avanços na política italiana dos últimos anos e destacou a reforma constitucional que já foi aprovada pelo Parlamento e que passará por um referendo em outubro. Em seu discurso, ela chamou a atenção dos colegas brasileiros também sobre os italianos que vivem no Brasil como estrangeiros, ao lado dos 30 milhões de descendentes de italianos, defendendo a a exigência de um Estatuto do Estrangeiro. “É necessário abrir as portas do Brasil para os estrangeiros que vivem aqui e pagam impostos. Eles precisam participar das decisões. Há muita burocracia para renovar cidadania, tirar passaporte, validar diplomas de cursos feitos no exterior. Precisamos dar mais atenção a essas pessoas”, exemplificou a deputada.

Outra reunião ministerial muito importante foi a com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, na qual foram discutidos os avanços nos acordos de cooperação militar entre o Brasil e a Itália. Esses acordos envolvem a produção de embarcações de diversos tipos para a Marinha, o desenvolvimento dos blindados Guarani do Exército pela empresa italiana Iveco e o modelo de cooperação de longo prazo no projeto AM-X da Força Aérea com transferência de tecnologia. A questão da segurança durante as Olimpíadas foi também uma das questões abordadas.

Assessoria de imprensa da Deputada Renata Bueno

 

Anuncie no site Itália em MG

Anuncie aqui seus Produtos e Serviçõs

ENVIE SEU MATERIAL OU PEÇA A INSCRIÇÃO NA NEWSLETTER

Envie-nos opiniões, sugestões de matérias, fotos, dicas de eventos para publicarmos no nosso site.

Envie-nos a sua historia, a historia e fotos de sua família ou de sua associação: as melhores serão publicadas.

Peça a inscrição na nossa Newsletter

no e-mail: redacao@italiaemminasgerais.com.br

Topo